6 Dicas Para Estudar Sozinho Para Concurso

6 Dicas Para Estudar Sozinho Para Concurso

Depois de uma semana, você terá capacidade de reter 100% das mesmas informações após apenas cinco minutos de análise. Geralmente, os psicólogos concordam que este tipo de intervalo estudando – e não estudando – é o melhor. Para otimizar seu tempo de estudo, aproxime-o mais do dia em que você teve contato com o material do que do dia da prova. Dentro da sua rotina, inclua momentos para relaxar o corpo e a mente. Uma sobrecarga de atividades pode prejudicar no seu desempenho nos estudos. Prepare um espaço, que seja limpo, organizado e silencioso, para estudar.

Assim, quando a quarentena passar, ficará apenas a lembrança do semestre diferente — e os conteúdos estudados nesse período. Mariana também percebe que seus alunos, depois do “susto” inicial com a experiência de estudar em casa, acabam superando a ansiedade e ficando mais à vontade. “Depois que esse momento inicial é superado, a confiança vai aumentando”, diz.

É necessário ter um contato maior com o seu “eu” interno, no sentido de entendê-lo para aperfeiçoá-lo. Sem esses exercícios de autoconhecimento, seu foco tende a não ser tão forte a ponto de resistir às adversidades futuras. Um psicólogo da UCLA, por exemplo, apontou que trocar de local de estudo aumenta pode aumentar os níveis de retenção de informações e concentração. Especialistas defendem o uso do método testado e comprovado de aprendizagem chamado metacognição, ou “pensar sobre o pensar” – e essa é a sétima do compilado de dicas para estudar vindas da ciência.

Melhores Dicas De Como Estudar Para O Vestibular Sozinho

“Para mim, eu sinto que quando você consegue alinhar a coluna e a respiração para estudar, você consegue focar melhor”, diz Brunno. Se você vai assistir como estudar para concurso a uma aula online, vai precisar de um computador ou celular. E o ideal é que ele seja a única tela à qual você vai ter acesso naquele momento.

É um hábito recheado de benefícios que a criança leva para o resto da vida. A ideia do cronograma é ajudá-lo a se organizar e a estabelecer uma rotina de estudos que seja saudável. O segundo passo é criar um cronograma com todas as disciplinas que você precisará estudar. Separe cada matéria em temas e depois em subtemas, dividindo tempo suficiente para você revisar cada um com bastante calma.

Organize uma lista com todos os itens do conteúdo programático e marque “ok” para os que já foram explorados anteriormente. Dessa maneira, será possível ter uma noção maior do que levar em conta na hora de montar o seu cronograma. Se já havia aprendido determinado item em estudos passados, você somente precisará revisar e responder simulados.

O ideal é se dedicar ao curso todos os dias, pelo menos por alguns minutos. Acumular conteúdo para estudar tudo de uma só vez não é produtivo. Faça um planejamento de estudos no início de cada disciplina. Seus professores e tutores podem ajudá-lo a definir um cronograma adequado em cada caso.

Você não precisa de um escritório exclusivo para os estudos. Tenha uma mesinha para apoiar os seus livros e outros materiais de estudo e uma cadeira em que se sinta confortável. Elas foram pensadas para quem precisa estudar por conta própria agora, mas não está acostumado e sente dificuldade.

Estudar sozinho permite que você defina as suas técnicas e horários. Esse é o seu momento de rebelar-se contra o modelo tradicional de estudos. Na plataforma as aulas que duram em torno de 40 minutos ou 1 hora, também são divididas em partes menores, com vídeos entre 4 e 7 minutos. Tenho certeza que você já ouviu a frase “menos é mais”, e para os estudos ela se encaixa muito bem.

Após terminar o estudo diário, redija por 5 minutos o que vier à cabeça sobre o tema, sem se preocupar com a lógica e a pontuação. O resultado ainda pode servir como resumo nas vésperas de provas. Por último, ao criar uma rotina de estudos, nunca deixe de lado um tempo de descanso e lazer. Isso será muito saudável para sua mente e corpo, ajudando você a ter o gás necessário para se dedicar com mais afinco.

Separe tempo para sair com os amigos, dormir, assistir uma série ou dar um passeio. Quanto mais informações estiverem à sua disposição, maiores são as possibilidades de alcançar o desempenho desejado no vestibular. Além disso, você terá mais alternativas para melhorar o aprendizado e tirar uma boa nota na prova.

Mariana recomenda começar todo novo dia de estudos com uma lista de tarefas a cumprir. E eu faço pelo menos um pouco, evitando ao máximo procrastinar”, comenta. Essa listagem ajuda a estabelecer um ritmo e manter o foco nos estudos. “A pessoa, quando vai estudar, precisa criar os rituais próprios dela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *