Origem Do Cinema

Origem Do Cinema

O tempo cinematográfico rompe definitivamente seus laços com a noção de continuidade temporal.

A tecnologia Movietone permitia que o áudio fosse registrado no próprio rolo usado para exibição. Antes do cinematógrafo em 1895, outras tecnologias tentaram recriar a ilusão de movimento. A sua primeira exibição,“La Sortie de l’unsine Lumière à Lyon”(A saída da Fábrica Lumière em Lyon) aconteceu no dia 22 de março de 1895 no Grand Café Paris para uma pequena plateia, mas foi um grande passo para um novo rumo na indústria do entretenimento.

O cinema, filmes torrent portanto, teve origem no cinetoscópio, que, todavia, não projetava as imagens em telões. O espectador do cinetoscópio tinha de observar (durante um tempo-limite de 15 minutos) as imagens no interior de uma câmara escura por meio de um orifício em que colocava um dos olhos. Nesse sentido, a experiência visual proporcionada pelo cinetoscópio não podia ser feita coletivamente.

Edison não chegou a patentear o invento, o que abriu portas para outros inventores, sobretudo da Europa, aperfeiçoarem o modelo. A origem do Cinema está associada à invenção do cinematógrafo, no século XIX, um aparelho capaz de capturar “imagens-movimento”.

Inicialmente esperava-se que o cinema seria, assim como a máquina fotográfica, um equipamento para registros documentais. No entanto, dois artistas pioneiros irão utilizá-lo para contar histórias e narrativas, com técnicas, efeitos e roteiros estruturados.

M. Eisenstein, por exemplo, o cinema está baseado na montagem, que surge como necessidade ideológica uma vez que organiza os códigos para transformá-los em um meio de expressão cinematográfica. Dessa maneira, aquele cinema baseado na simples ação dá lugar a um cinema de ideias. A ideia da mostra, explica o curador, “é entender os elementos que possibilitaram a emergência de um período tão exitoso no cinema português, num diálogo com a experiência cultural e cinematográfica brasileira hoje”.

Pedro Costa ganhou o respeito da crítica por filmes que não são exatamente palatáveis para o grande público. Realizados com equipes mínimas e orçamentos modestos, quase sempre sem roteiro, o que cada um desses títulos estabelece é a cumplicidade do autor com seus atores.

As sombras sempre exerceram fascínio nos seres humanos, o que rendeu inclusive a criação do teatro de sombras. O ato de tirar cópias das fitas cinematográficas possibilitou a implantação do cinema como arte dominante.

a evolução do cinema

Quando Surgiu O Cinema No Mundo?

Aperfeiçoou os truques próprios do teatro e do ilusionismo para o cinema e assim alcançou grande sucesso. Essa nova forma de entretenimento foi um sucesso instantâneo, e vários mecânicos e inventores, vendo uma oportunidade, começaram a brincar com métodos de projetar as imagens em movimento em uma tela maior. No entanto, foi a invenção dos irmãos Auguste e Louis Lumière – fabricantes de produtos fotográficos em Lyon, na França – que tiveram o maior sucesso comercial.

Foi pelo fato de os filmes não terem sons que surgiu a expressão “cinema mudo”, os atores falavam e em seguida surgia a legenda na tela. Méliès queria usar o aparelho nos seus espetáculos, mas os irmãos não o venderam. De qualquer maneira, ele comprou uma máquina semelhante e começou a escrever roteiros e atuar. Aperfeiçoou os truques próprios do teatro e do ilusionismo para o cinema e assim alcançou grande sucesso, tornando-se o pai dos efeitos especiais do cinema. Seu maior êxito foi a o filme “Viagem à Lua”, de 1902, onde adaptou a célebre obra de Júlio Verne para o cinema.

Conheça A Evolução Do Cinema

Embora a data de início do cinema não seja um consenso, é possível dizer que esse cinema como conhecemos hoje, com projetores e películas, começou na década de 1890 com o trabalho dos irmãos Lumière. O surgimento do vídeo, primeiro analógico e depois digital, nos coloca diante de uma inegável transformação das imagens e da temporalidade das mesmas.

História Do Cinema

Até hoje, a cidade conta como uma das maiores referências da indústria cinematográfica mundial. Conforme o cinema foi alcançando sua popularidade entre a classe média e filmes cada vez mais longos, os expositores tiveram que criar espaços mais confortáveis e bem decorados para atrair seu público.

Esses lugares luxuosos, com enfeites em mármore, não só substituíram os Nickelodeons, como também levaram os estúdios em Hollywood ao topo da história do cinema. Mas há muito para ser contado desde o surgimento dos primeiros registros até a projeção efetiva de um filme. Afinal, Louis-Jacques Daguerre e Joseph Nicéphore Niépce já haviam inventado a fotografia na primeira metade desse século — o que possibilitou a criação do cinema, que revolucionou o mundo das artes.

Obviamente os conteúdos transmitidos pela TV e pelo cinema são diferentes, principalmente no início da televisão, mesmo assim a novidade abalou muito a indústria cinematográfica e é uma pauta discutida até hoje. Sua maior produção, em roteiro, efeitos especiais e produção, foi o filme “Viagem à Lua”, adaptação cinematográfica da obra literária de Júlio Verne.

Encantada com o aparelho, Alice Guy começou a experimentar filmar com dupla exposição e atrasar ou apressar a velocidade da câmera a fim de conseguir efeitos interessantes para narrar suas histórias. O grande desafio era criar uma máquina capaz de capturar as imagens em movimento. A história do cinema mundial está intimamente ligada à história da fotografia. Com o advento da fotografia foi possível fixar a imagem numa superfície de papel, ou placa de metal ou vidro.

Deixe um comentário